WorldCat Identities

Passos, Gilberto Pinheiro

Overview
Works: 23 works in 48 publications in 2 languages and 1,213 library holdings
Genres: Fiction  Experimental fiction  Criticism, interpretation, etc  Dictionaries 
Roles: Author, Thesis advisor, Translator
Publication Timeline
.
Most widely held works by Gilberto Pinheiro Passos
The posthumous memoirs of Brás Cubas : a novel by Machado de Assis( Book )

4 editions published between 1997 and 1999 in English and held by 968 WorldCat member libraries worldwide

The novel is narrated by the dead protagonist Brás Cubas, who tells his own life story from beyond the grave, noting his mistakes and failed romances
A poética do legado : presença francesa em Memórias póstumas de Brás Cubas by Gilberto Pinheiro Passos( Book )

5 editions published in 1996 in Portuguese and held by 53 WorldCat member libraries worldwide

As sugestões do conselheiro : a França em Machado de Assis : Esaú e Jacó e Memorial de Aires by Gilberto Pinheiro Passos( Book )

4 editions published in 1996 in Portuguese and held by 42 WorldCat member libraries worldwide

Cintilações francesas : Revista da Sociedade Filomática, Machado de Assis e José de Alencar by Gilberto Pinheiro Passos( Book )

6 editions published in 2006 in Portuguese and held by 37 WorldCat member libraries worldwide

As sugestões do conselheiro : a França em Machado de Assis : Esaú e Jacó e Memorial de Aires by Gilberto Pinheiro Passos( Book )

2 editions published in 2008 in Portuguese and held by 32 WorldCat member libraries worldwide

Capitu e a mulher fatal : análise da presença francesa em Dom Casmurro by Gilberto Pinheiro Passos( Book )

6 editions published in 2003 in Portuguese and held by 31 WorldCat member libraries worldwide

O Napoleão de Botafogo : presença francesa em Quincas Borba de Machado de Assis by Gilberto Pinheiro Passos( Book )

3 editions published in 2000 in Portuguese and held by 29 WorldCat member libraries worldwide

As sugestões do conselheiro a França em Machado de Assis "Esaú e Jacó" e "Memorial de Aires by Gilberto Pinheiro Passos( Book )

1 edition published in 2008 in Portuguese and held by 4 WorldCat member libraries worldwide

Glossário francês-português de termos jurídicos by Gilberto Pinheiro Passos( Book )

3 editions published in 1985 in Portuguese and held by 4 WorldCat member libraries worldwide

Parcours = percursos : Brasil-França : percursos literários( Book )

1 edition published in 1992 in Portuguese and held by 2 WorldCat member libraries worldwide

Parcours Brasil-França : percursos literários( Book )

1 edition published in 1992 in Portuguese and held by 2 WorldCat member libraries worldwide

Viagem ao passado romântico : a presença hugoana nas crônicas de Machado de Assis by Daniela Mantarro Callipo( Book )

1 edition published in 2004 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

O objetivo deste trabalho é demonstrar a importância da presença de Victor Hugo nas crônicas machadianas escritas de 1859 a 1897 e mostrar como tal presença, ligada a outras referências francesas, ajuda a compor o grande quadro da vida brasileira do século XIX, numa interação abrangente das duas culturas. A presença de Victor Hugo no Brasil já foi analisada com competência por Carneiro Leão e sua importância na formação de muitos literatos do século XIX é incontestável. Sabe-se também que Machado de Assis lia e admirava as obras do autor de Feuilles d'Automne, graças ao minucioso estudo de Eugênio Gomes. Entretanto, ainda não foi feita uma análise do papel que a presença hugoana representa nas crônicas do escritor fluminense. Primeiramente, pode-se afirmar ser essa presença marcante: constatou-se que, dentre as 200 citações francesas feitas por Machado de Assis nas mais de 600 crônicas que escreveu, 27 são de autoria de Victor Hugo. Como se pode verificar, o conjunto de tal presença é indicativo da necessidade sentida por Machado de Assis de estabelecer, enquanto cronista, o diálogo com esse poderoso influxo representado pela vasta produção hugoana. Esta pesquisa seguiu, predominantemente, o conceito operatório do intertexto, pois o trabalho criador do cronista é, sem dúvida, algo marcante e que nos interessa mais de perto, visto estudarmos o modo pelo qual a presença de Victor Hugo se manifesta no texto machadiano. Esse caminho teó
A miragem gálica presença da França na Revista da Sociedade Filomática by Gilberto Pinheiro Passos( Book )

1 edition published in 1991 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

O tema da impossibilidade amorosa em armance de Stendhal e ressurreição de Machado de Assis by Karina Pedreira de Freitas Ceribelli( Book )

1 edition published in 2004 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

O tema da impossibilidade amorosa é recorrente na literatura ocidental, desde os trovadores do século XII até o Romantismo. Ele aparece em Armance, primeiro romance de Stendhal, assim como em Ressurreição que também é o primeiro de Machado de Assis. Sabendo que alguns estudos demonstraram haver um diálogo entre a literatura francesa e a obra de Machado de Assis, e tendo conhecimento de que o mesmo era um leitor assumido de Stendhal, decidiu-se comparar o tema da impossibilidade amorosa, nessas duas obras, a partir de um estudo das personagens e do desenvolvimento do amor. O estudo das personagens masculinas mostra o quanto Octave de Malivert, herói de Armance, assemelha-se em alguns aspectos a Félix, herói de Ressurreição, pelo caráter e pela aversão à vida. A mesma análise em relação as personagens femininas revela como Armance assemelha-se a Lívia, heroína de Ressurreição, pelo caráter forte e determinado, e pela função "ressurgente" que elas ocupam ao lado das personagens masculinas, tentando - em vão - trazê-las de volta para a vida. Apesar dessas semelhanças, as personagens stendhalianas ainda são herdeiras da tradição do "héroi" romântico, de alma pura, que enfrenta grandes dilemas, enquanto as personagens machadianas não são tão idealizadas: e se Lívia ainda tem umas caractéristicas românticas, Félix apresenta elementos das personagens "realistas".O estudo das relações amorosas em cada obra baseou-se no esquema das etapas
Maupassant e o pessimismo : Miss Harriet e Monsieur Parent by Silvana Gualdieri Quagliuolo Seabra( Book )

1 edition published in 2003 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Gênero literário que se presta a captar pequenos quadros da vida, o conto pode servir também para expressar idéias. Assim acontece em várias narrativas de Maupassant, quando exemplificam mensagens na maioria das vezes pessimistas. Contribuem para tal visão negativa o clima geral da época em que foram escritas: as conseqüências da guerra franco-prussiana; o desacordo entre os ideais de crescimento científico-econômico e a real situação de pobreza das camadas populares; a situação difícil, enfim, enfrentada pelo povo francês na segunda metade do século XIX. Além desses aspectos, nota-se-lhes também a visão de mundo de Schopenhauer, cuja obra, condensada em seleção traduzida de máximas e sentenças, de 1880, alcançou sucesso entre os intelectuais europeus e impressionou o contista. De duas coletâneas maupassantianas, analisam-se oito narrativas que se interligam pelo pessimismo dos temas, pelas críticas sociais, pelo olhar desesperador sobre a condição humana, e até pela presença de pensamentos do filósofo alemão: em "Solitude", "Miss Harriet", "Monsieur Parent" e "Regret", vêem-se variações do mesmo tema básico, a solidão; em "Garçon, un bock!" e "Mon oncle Jules" o assunto envolve relações de parentesco; em "La mère Sauvage", tem-se uma aventura de guerra; e finalmente em "Un fou" há uma minuciosa análise da mente criminosa. O trabalho todo contempla também a intertextualidade que vez por outra se descobre no texto das narrativ
As recriações de Lélio : a presença francesa nas crônicas machadianas gazeta de notícias - balas de estalo julho de 1883 a março de 1886 by Daniela Mantarro Callipo( Book )

1 edition published in 1998 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

A poética de um gênero : Molière nas crônicas machadianas by Heloisa Helena Paiva De Luca( Book )

1 edition published in 2005 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

O intertexto é o tema central da tese. Na obra jornalística de Machado de Assis foram levantadas cerca de 300 citações francesas (relacionadas em anexo) e, quando selecionadas, verificou-se que Molière era um dos autores mais ocorrentes, merecendo um estudo aprofundado de tal presença. Foram feitos estudos críticos de 26 crônicas (toda a obra jornalística de Machado de Assis está relacionada em anexo) e foram obtidos os seguintes resultados: em algumas, a citação acomodou-se ao novo texto para assegurar a hilaridade da situação, ou como um reforço à crítica machadiana; no entanto, em outras, a atuação da fala francesa foi muito mais ampla, produzindo ecos não apenas imediatos, mas na totalidade do texto. Esse mecanismo de apropriação do alheio, tipicamente machadiano, possibilitou uma nova maneira de se pensar o Brasil, ao longo da segunda metade do século XIX
O desenvolvimento enquanto apropriação dos direitos humanos by Ignacy Sachs( Book )

1 edition published in 1998 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Balas de estalo de Machado de Assis by Machado de Assis( Book )

1 edition published in 1998 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Imagem(ens) do Brasil em a exposição colonial, de Erik Orsenna (1988) by Mônica Cristina Ferreira Corrêa( Book )

1 edition published in 2004 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

As imagens do Brasil constituem o objeto deste trabalho elaborado a partir da análise de A exposição colonial, do autor francês Erik Orsenna, obra escrita em 1988 e vencedora do mais importante prêmio literário da Academia Francesa, o Goncourt. É fato que, na literatura francesa, as imagens brasileiras têm sempre se mostrado muito arraigadas ao exotismo. Num estudo evolutivo, realizamos o cotejo entre algumas obras que abordaram o país, dos séculos XVI ao XIX, em cujo conteúdo se moldam tais imagens, constituindo, algumas vezes, um discurso unívoco sobre o mesmo. O percurso histórico e comparativo permitiu-nos estabelecer parâmetros para a análise de um tema recorrente e central que reflete o país na literatura francesa: o tema da floresta. Com isso, foi-nos possível, por um lado, traçar uma caracterização da visão do espaço brasileiro como edênico e divinizado, e, por outro, apontar certa particularização do assunto em Orsenna. A exposição colonial é um romance que se passa em boa parte no Brasil do final do século XIX e início do XX, na Amazônia, pois o protagonista - Gabriel Orsenna - para lá se dirige a fim de pesquisar e explorar a borracha. Tratando a floresta de maneira inusitada, o autor a considera um ventre no qual seu personagem/narrador é gestado. Como se fosse portador de certa "herança" brasileira, Gabriel se revela uma espécie de "duplo" tendo, à maneira do látex, a elasticidade necessária para saltar de um mundo a out
 
moreShow More Titles
fewerShow Fewer Titles
Audience Level
0
Audience Level
1
  Kids General Special  
Audience level: 0.23 (from 0.09 for The posthu ... to 0.97 for Parcours B ...)

The posthumous memoirs of Brás Cubas : a novel
Covers
Alternative Names
Pinheiro Passos Gilberto

Languages