WorldCat Identities

Medeiros, Caio Cesar Jorge

Overview
Works: 19 works in 19 publications in 1 language and 19 library holdings
Roles: Author, Thesis advisor
Publication Timeline
.
Most widely held works by Caio Cesar Jorge Medeiros
Ecocardiografia fetal: experiencia inicial by Caio Cesar Jorge Medeiros( )

1 edition published in 1988 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

De julho de 1985 a outubro de 1987 foram realizados 146 ecocardiogramas de coracoes fetais. A idade materna variou de 15 a 46 anos (media de 26) e a idade gestacional variou de 12 a 41 semanas (media de 29). As gestantes foram divididas em tres grupos: grupo I - com 88 gestantes sem patologias; grupo II - com 40 gestantes portadoras de doencas diversas (cardiopatias adquiridas, hipertensao arterial sistemica e diabete); grupo III - com 18 gestantes com cardiopatias congenitas. Em quatro casos (2,7%) de gestantes do grupo I, a ecocardiografia fetal foi realizada por indicacao do obstetra, devido a deteccao de alteracoes do ritmo cardiaco fetal. Em dois desses havia alteracoes anatomicas do coracao: um com atrio unico com defeito do septo atrioventricular forma parcial, confirmado no ecocardiograma pos-natal e outro com transposicao corrigida das grandes arterias com displasia tipo Ebstein da valva tricuspide, sendo confirmado apenas a segunda anomalia no exame pos-parto. Em um caso (0,7%) de gestanes do grupo III, detectou-se defeito do septo atrioventricular forma total confirmado pelo ecocardiograma pos-parto. O estudo ecocardiografico fetal e um metodo confiavel para o diagnostico intra-utero de cardiopatias congenitas possibilitando uma adequada assistencia ao recem-nato, alem de permitir o acompanhamento evolutivo do crescimento das estruturas cardiacas atraves das medidas das dimensoes (AU)
Ecocardiografia transesofagica e intra-operatoria by Caio Cesar Jorge Medeiros( )

1 edition published in 1994 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Agentes ultrasonograficos by Giovanni Guido Cerri( )

1 edition published in 1998 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Esta revisao analisa o potencial e as limitacoes dos agentes utra-sonograficos na ecocardiografia, na ultra-sonografia abdominal e nas anormalidades vasculares perifericas. Uma nova perspectiva para melhorar a imagem colorida na area da ecocardiografia e na circulacao periferica abriu-se pela introducao dos agentes ultra-sonograficos transpulmonares. Os contrastes ultra-sonograficos, pela intensificacao da taxa de sinal ruido, aumentam o potencial da imagem colorida na visibilizacao do fluxo de baixa intensidade ou do fluxo de vasos profundos. O objetivo deste trabalho e elevar o nivel de conhecimento relativo aos agentes ultra-sonograficos e, assim, promover seu uso apropriado
Valvoplastia mitral por cateter-balao em pacientes de alto risco operatorio by Luiz Francisco Cardoso( )

1 edition published in 1993 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Objetivo - Analisar os reultados da valvoplastia mitral por cateter-balao (VMCB) em pacientes de alto risco operatorio. Metodos - Vinte (12// pacientes dentre 172 comsecutivos submetidos a VMCB foram considerados de alto risco operatorio. Dezessete (85//) eram mulheres e a media etaria de 43(18-69) anos. Treze (65//) encontravam-se em edema agudo dos pulmoes (3 gestantes, 2 com acidente vascular cerebral (AVC) previo, 1 com tromboembolismo pulmonar e outro com insuficiencia renal cronica) e 7 (35//) em classe funcional (CF) III (2 com insuficiencia coronariana cronica, 2 com obesidade maligna, 1 com neoplasia de pulmao, 1 com caquexia cardiaca e outro com AVC previo). Realizaram VMCB pela tecnica transeptal sendo utilizado duplo balao em 10(45//), balao Inoue em 5(25//), monofoil em 3(15//) e bifoil em 2(10//) pacientes. Resultados - Dezessete (85//) pacientes com sucesso e 2 (10//) com melhora clinica expressiva. Os resultados hemodinamicos pre x pos-VMCB foram: pressao de atrio esquerdo (PAE) em mmHg 28,2 n 10,0 x 15,2 n 9,2 (n = 20) (p <0,001); gradiente transvalvar mitral medio (G) em mmHg 21,2 n 10,7 x 10,7 n 6,7 (n = 18) (, 0,001); area valvar mitral (AVM) em cm[vbar] 0,73 n 0,6 (n = 11) (p <0,001); pressao media de arteria pulmonar em mmHg 52,0 n 18,2 x 40,1 n 14,7 (n = 18) (p <0,001); indice cardiaco em L/min/m[vbar] 2,1 n 0,4 x 2,5 n 0,6 (n = 14) (p <0,001). No ecocardiograma os resultados comparativos pre, pos e apos 6 meses da VMCB foram: area valvar mitral (cm[vbar]) 1,06 n 0,39 x 1,92 n 0,51 x 1,65 n 0,5 e gradientes transvalvar mitral (mmHg) 13,8 n 4,7 x 7,3 n 3,6 x 7,3 n 4,4. Houve 2 obitos imediatos (tromboembolismo pulmonar e falencia de multiplos orgaos) e 1 extra-hospitalar. As complicacoes foram: 2(10//) pacientes com complicacoes neurologicas, 1(5//) com comunicacao interatrial e outro com perfuracao da atrio direito (5//). Conclusao - A VMCB oferece alternativa ao tratamento cirurgico em pacientes considerados de alto risco operatorio e manutencao do sucesso em seis meses de seguimento (AU)
Ecodopplercardiografia nas valvopatias e na endocardite infecciosa: correlacoes hemodinamicas e anatomicas by Caio Cesar Jorge Medeiros( )

1 edition published in 2000 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Correcao de estenose mitral atraves de valvoplastia por tecnica de duplo cateter-balao by Carlos Vinetou Ayres( )

1 edition published in 1995 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Objetivo - Avaliar a eficacia a longo prazo da valvoplastia mitral por cateter pela tecnica do duplo balao (VMC2B). Metodos - Sessenta e oito pacientes (76 por cento do sexo feminino), com media etaria de 32 (15-69) anos, foram submetidos, consecutivamente, a VMC2B e realizaram avaliacao clinico-ecodopplercardiografico no 12[vbar] mes de acompanhamento (PO12M). Os criterios de selecao foram: sintomas de hipertensao veno-capilar pulmonar, ausencia de outra cardiopatia de indicacao cirurgica, escore ecocardiografico adequado, ausencia de trombos intracavitarios e insuficiencia mitral (IM) no maximo discreta. Foram divididos em dois grupos: grupo A - composto por 7 (11 por cento) pacientes que apresentaram eventos cardiacos neste periodo e grupo B - composto por 61 pacientes que completaram o periodo de estudo sem eventos cardiacos. Nao havia diferenca significativa entre os grupos em relacao aos dados demograficos, classe funcional (CF) e ao escore ecocardiografico. Resultados - No grupo A, 3 pacientes apresentaram IM grave, em um caso houve insucesso e outro apresentou reestenose. Houve 2 obitos nao relacionados ao procedimento. No grupo B, os resultados hemodinamicos comparativos pre e imediatamente apos (POI) VMC2B mostraram melhroa significativa, exceto em relacao ao indice cardiaco. Houve aumento do grau de IM em 17 (28 por cento) pacientes, tornando-se moderado em dois. A variacao da area valvar mitral (AVM) entre o PRE x POS x PO12M mostrou, comparando-se AVM no POI e PO12M, reducao significativa. Dois (3 por cento) pacientes com reducao>50 por cento do ganho inicial, 33 (54 por cento) entre 10 e 50 por cento e 26 (42 por cento) aquem de 10 por cento nao tiveram comprometimento da CF permanecendo em CF I/II. Conclusao - A VMC2B e metodo atrativo para tratamento de estenose mitral em pacientes sintomaticos selecionados, com baixo indice de complicacoes, melhora sintomatica imediata que manteve-se a longo prazo apesar de reducao da AVM (AU)
Prevalência de cardiopatias congênitas em pacientes portadores de fissuras lábio-palatais : estudo de 220 pacientes by Marcia de Melo Barbosa( Book )

1 edition published in 2000 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Fissuras orais são defeitos congênitos que ocorrem isoladas ou associadas a outras malformações em 1,3/1000 nascimentos. O objetivo deste estudo foi estudar a associação de cardiopatias congênitas às fissuras. Exame clínico, ECG e Doppler ecocardiograma foram realizados em 220 portadores de fissuras. A idade média foi 112,0 '+OU -' 101,2 e 56,8% eram do sexo masculino. Fissuras lábio-palatais ocorreram em 65,5%, as labiais em 18,2% e as palatais em 16,4%. Vinte e quatro cardiopatias congênitas foram diagnosticadas em 21 pacientes (9,5%), sendo mais freqüentes associadas às síndromes (21,4%, p=0,03). Estas ocorreram em 28 pacientes (12,7%). A prevalência de cardiopatias congênitas em pacientes fissurados foi de 9,5%, sendo mais freqüentes na presença de síndromes e não se associando ao tipo de fissura
Ecocardiografia intra-operatoria by Caio Cesar Jorge Medeiros( )

1 edition published in 1996 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Tumores cardiacos by Alvaro Villela de Moraes( )

1 edition published in 1990 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Avaliação comparativa entre valvoplastia percutânea e comissurotomia a céu aberto na estenose mitral by Luiz Francisco Cardoso( )

1 edition published in 1998 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

PURPOSE: To compare immediate and late (12 months) follow-up of clinical and Doppler echocardiographic results between percutaneous mitral balloon valvuloplasty and open commissurotomy in a prospective and randomized trial. METHODS: Eighty eight symptomatic patients with severe mitral stenosis and favorable anatomy were randomized in a prospective trial comparing the two procedures. All patients were submitted to clinical and Doppler echocardiographic evaluation before the procedures and immediate and twelve months thereafter. RESULTS: Mean mitral gradient (mmHg) decreased from 12.2 +/- 5.8 to 5.80 +/- 2.7 (p <0.001) in commissurotomy group (CG) and from 11.7 +/- 6.1 to 5.0 +/- 2.4 (p <0.001) in the balloon valvuloplasty group (VG). Mitral valve are (cm2) increased from 0.98 +/- 0.21 to 2.52 +/- 0.46 in CG and from 1.05 +/- 0.25 to 2.18 +/- 0.40 in VG (p <0.001). In both groups there was a slight decrease in mitral valve area at 12 month follow-up. There was no death in either group. One patient in the VG had moderate mitral regurgitation and underwent surgery. At the 12 month follow-up, all patients in CG and 97.7of patients in VG were in New York Heart Association functional class I or II. CONCLUSION: Both procedures were safe and showed similar immediate improvement in mitral gradient and functional class. Mitral valve area had a greater increase immediately after commissurotomy, however, there was a significantly greater reduction in the CG after 12 months of follow-up, when compared to balloon valvuloplasty. In both groups, mitral gradient remained reduced and most patients did not change functional class during the follow-up.(Au)
Intervencao cirurgica em pacientes submetidos a procedimento para valvoplastia mitral por cateter-balao by Luiz Francisco Cardoso( )

1 edition published in 1990 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Objetivo: Estudar as caracteristicas de pacientes submetidos a valvoplastia mitral por cateter-balao (VMPB) que necessitaram de intervencao cirurgica apos a mesma. Casuistica e Metodos: 105 pacientes submetidos a VMPB divididos em grupo I (GI) composto por 18 pacientes operados e Grupo II (GII) por 87 nao submetidos a intervencao cirurgica no coracao. Foram analisados: 1) idades; 2) sexo; 3) area valvar mitral (AVM) e gradiente transvalvar mitral medio (G) ao ecodoplercardiograma; 4) carater da VMPB; 5) metodo utilizado na VMPB; 6) intervalo de tempo entre VMPB e cirurgia relacionado a indicacao operatoria; 7) achado operatorio; 8) operacao efetuada; 9) evolucao pos operatoria. Resultados: 1) medias etarias de 34 (17-56) anos no GI (15-69) anos no GII; 2) semelhanca na distribuicao de homens e mulheres nos GI e GII; 3) semelhanca de AVM e G nos GI e GII; 4) 100% de carater eletivo no GI e 94% no GII; 5) via transeptal em 17 (94%) do GI e 87 (83%) do GII, via arterial retrograda em 1(5,5% do GI e em outro (1%) do GII; 6) imediato: tamponamento cardiaco (28%); ate 30 dias: insucesso da VMPB (39%), insuficiencia mital (IM) pos-VMPB (11%), tamponamento cardiaco (5,5%), entre 30 e 60 dias: IM pos-VMPB (11%), reestenose pos-VMPB (5,5%); 7) Estenose mitral (72%), IM pos-VMPB (22%), hemopericardio (6%); 8) comissurotomia mitral (7), implante de bioprotese mitral (5), comissurotomia mais atrioseptoplastia (3), implante de bioprotese mais atrioseptoplastia (1), plastica do mitral (1), drenagem do per
Comparacao entre uso de duplo balao unifoil e balao bifoil no sucesso da valvoplastia mitral por cateter balao by Luiz Francisco Cardoso( )

1 edition published in 1993 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

PURPOSE--To compare immediate and long term results balloon mitral valvuloplasty (BMV) using double balloon or bifoil balloon. METHODS--One hundred and thirteen consecutive cases of BMV used aleatory double balloon (group DB--55 cases) or bifoil balloon (group BF--16 cases). Patients were similar regarding to age, sex, valvopaty etiology, functional class and echocardiographic score. Seventy one (63 per cent) patients achieved 12 months follow-up. RESULTS--In group DB there were 2 (4 per cent) insuccess, 2 (4 per cent) cardiac tamponade and 2 (4 per cent) deaths, 91 per cent patients had immediate criteria of success. Mitral valve area (MVA) increased from 0.8 to 1.69cm2 and mitral gradient (G) by echodopplercardiographic (ECHO) decreased from 17.9 to 4.8mmHg. Three (5 per cent) patients developed severe mitral regurgitation (MR) and needed surgical intervention. At follow-up 2 (4 per cent) developed mitral restenosis. MVA estimated by ECHO study after one year follow-up was inferior to 1.15cm2 in 15 (32 per cent) cases, between 1.5 and 2.0cm2 in 17 (37 per cent) and superior to 2.0cm2 in 14 (31 per cent). In group BF there were 2 (12.5 per cent) insuccess, 4 (25 per cent) developed severe MR occurring 1 death immediate post-operative mitral valve replacement. Among 14 (87 per cent) success cases, MVA increased from 0.8 to 1.89cm2 and G decreased from 18 to 6.4mmHg. Lately 2 (12.5 per cent) needed surgical intervention because significative MR. At 12th month follow-up the ECHO study showed that in one (10 per cent) case MVA was <1.5cm2, and in 3 (27 per cent) cases was between 1.5 and 2.0cm2. CONCLUSION--There were similar good results in both groups, however group DB had more restenosis, cardiac tamponade and vascular complications and group BF had more severe MR (Au)
Sao os componentes do aparelho valvar mitral de mesmo valor preditivo na valvoplastia mitral por cateter balao?: estudo ecodopplercardiografico by Caio Cesar Jorge Medeiros( )

1 edition published in 1991 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Ecodopplercardiografia transesofagica intra-operatoria: utilidade na cirurgia da valva mitral by Alvaro Villela de Moraes( )

1 edition published in 1992 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

A ecodopplercardiografia ocupa posicao de destaque no diagnostico das valvopatias, pois fornece dados sobre a anatomia valvar, a area estenotica, os gradientes pressoricos e o grau da regurgitacao. Seu uso na cirurgia cardiaca, com a abordagem epicardiaca, e bastante conhecido. O advento da abordagem transeofagica, por nao interferir no campo operatorio, facilitou a sua utilizacao. O objetivo deste trabalho foi estudar a utilidade da ETE na cirurgia da valva mitral. De julho de 1991 a janeirode 1992, a ecodopplercardiografia transesofagica (ETE) monitorizou 198 cirurgias, das quais 65 foram sobre a valva mitral (VM). A idade variou de 8 a 62 anos e 42 pacientes eram do sexo feminino. A comissurotomia e papilarotomia (CP) foi o procedimento mais frequente em 28 pacientes (pts), seguido do implante de bioprotese (BP) em 24 e da plastia (PL) em 19. A ETE pre-operatoria confirmou o diagnostico da lesao mitral em todos os pts, tendo acrescentado informacoes quanto ao grau e direcao da insuficiencia mitral (IM) em 8 dos 28 pts submetidos a CP. Modificou a orientacao da abordagem da valva tricuspide em 9 oportunidades (3 por diagnosticar lesoes nao detectadas e 6 por evitar a abordagem desnecessaria por melhor avaliacao da lesao. Quanto aos pts submetidos a implante de BP, 6 ja tinham proteses disfuncionantes, em 12 pts a BP foi implantada de imediato por decisao do cirurgiao e, em 6 pts, a BP foi implantada apos a deteccao da presenca de IM importante pos-correcao. Quanto ao pts submetidos a PL, 12 tinham prolapso, 6 tinham insuficiencia coronaria e 1 era pos-operatorio tardio de correcao de defeito do septo atrioventricular. Em apenas l pt foi necessaria nova CEC para nova plastia. A avaliacao da IM pos CEC evidenciou 7 pts (lO por cento) com IM importante, sendo necessaria nova CEC, e mostrou IM leve em 15 pts, moderada em 8 e importante em l onde nao foi realizada nova CEC. A ETE e um metodo de grande valor no auxilio do planejamento cirurgico nas doencas da VM, bem como na avaliacao imediata dos resultados operatorios possibilitando ao cirurgiao uma adequada analise anatomica e funcional da estrutura abordada. (AU)
Avaliacao hemodinamica das cardiopatias congenitas pela ecodopplercardiografia by Tamara Cortez Martins( )

1 edition published in 1995 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Correlacao entre a clinica, a ecocardiografia transtoracica e a ecocardiografia transesofagica no diagnostico diferencial dos defeitos do septo interatrial e hipertensao pulmonar em adultos by Marcelo Luiz Campos Vieira( )

1 edition published in 1998 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Resumo: Este estudo visa fazer a correlacao entre a clinica, a ecocardiografia transtoracica (ETT) e a ecocardiografia transesofgica (ETE) no diagnostico diferencial dos defeitos do septo interatrial (DSIA) e hipertensao pulmonar (HP) em adultos. Realizamos ETT a ETE em 30 pacientes com diagnostico de DSIA baseado em criterios de ausculta cardiaca, radiologicos e eletrocardiograficos. Tres criterios, em 16 pacientes (grupo B). Foram determinados a sensibilidade, a especificidade, a acuracia e os valores preditivos positivo e negativo para a ETT, admitindo-se os resultados da ETE como ''gold standard''. A sensibilidade da ETT para o diagnostico de DSIA e baixa 50 (por cento), a especificidade e de 75-90 (por cento), a acuraria de 60-66 (por cento), o valor preditivo positivo de 75-83 (por cento), e o valor preditivo negativo de 37-75 (por cento), nao sendo capaz de diagnosticar os DSIAs tipo seio venoso. Catorze pacientes 46,6 (por cento) apresentaram diagnostico final de HP, nao estando relacionada a DSIA (AU)
A insuficiencia mitral no prolapso valvar mitral, e predictiva de alteracoes na resposta electrocardiografica ao exercicio by Fernanda Coutinho Storti( )

1 edition published in 2005 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Objetivo: Avaliar a correlacao entre insuficiencia mitral (IM)e altercoes na resposta eletrocardiografica do teste egometrico, em portadores de prolapso valvar mitral. Metodo: Estudou-se 189 portadores de prolapso mitral atraves de ecocardiograma e teste de esforco. 57 por cento do sexo feminino, idade media de 39,1(+ 12 anos), com funcao ventricular normal, ausencia de quaisquer outras valvopatias ou de miocardiopatias e sem historico previo de doenca arterial coronaria. A presenca de infradesnivel do segmento ST(morfologia horizontal e descendente) e arritmias supraventriculares, definiram um desfecho primario composto. Alteracoes morfologicas do segmento ST e arritmias (supraventriculares ou ventriculares) foram considerados desfechos secundarios, quando avaliados de forma independente. Resultados: 36 pacientes (19 por cento) apresentaram o desfecho composto, sendo 21 com IM(P=0,06). 84 pacientes (44,4 por cento) apresentaram IM. 11 pacientes apresentaram alteracoes morfologicas do segmento ST, destes, 8 apresentaram IM(P=0,05). Dos 107 pacientes (56,6 por cento) com degenercao mixomatosa, 21 apresentaram o desfecho composto (P=0,81). 31 pacientes (16,4 por cento) apresentaram arritmias supraventriculares ou ventriculares isoladas e raras durante o teste ergometrico, sendo 18 com IM(P=0,95). Conclusao: A presenca de insuficiencia mitral, no portador de prolapso valvar mitral, foi predictiva de alteracoes morfologicas do eletrocardiograma no teste ergometrico.(AU)
Valvoplastia mitral percutanea utilizando o cateter balao Inoue: resultados imediatos e seguimento de 1 ano by Luiz Francisco Cardoso( )

1 edition published in 1993 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

Os autores objetivaram avaliar resultados imediatos e seguimento de um ano da valvoplastia mitral por cateter-balao (VMCB) utilizando o balao Inoue, em 40 pacientes portadores de estenose mitral (EM) sintomaticos e consecutivos, submetidos a VMCB; 37 mulheres, media etaria de 36 (22-67 anos), cinco portadores de ReEM. Trinta e sete estavam em classe funcional III/IV (NYHA) e a VMCBN foi realizada de urgencia em seis pacientes, devido a edema agudo dos pulmoes, incluindo duas gestantes. Foram analisados os dados hemodinamicos no pre e no pos-VMCB imediato e os dados ecodopplercardiograficos (ECO) no pre, pos imediato (POS) e apos 12 meses de seguimento (PO12M). Os resultados hemodinamicos pre X pos foram: gradiente mitral (G)17,6+/-7,6X6,3+/-5,5mmHg; area valvar mitral (AVM) 0,89+/-0,25X1,66+/-0,63cm2; pressao media do atrio esquerdo 25,5+/-9,0X14,3+/-6,4mmHg; pressao media de arteria pulmonar 34,8+/-13,0X23,8+/-10,8mmHg (todos p<0,0001) e indice cardiaco 2,8+/-0,5X2,9+/-0,8l/min/m2 (NS). Tres pacientes apresentaram insuficiencia mitral (IM) moderada, na ventriculografia esquerda pos-VMCB. As complicacoes relacionadas diretamente ao procedimento foram: 2 casos com tamponamento cardiaco necessitando drenagem cirurgica, 3 com comunicacao inter-atrial e 1 com perfuracao de aorta, sem tamponamento cardiaco. Um paciente apresentou acidente vascular cerebral, 72 horas apos a VMCB sem sequela motora. Houve 2 insucessos, sendo que 1 evoluiu para obito 2 meses apos VMCB. Os 29 pacientes que foram efetivamente acompanhados por um periodo de 12 meses nao apresentaram eventos cardiacos; os resultados do ECO PRE X POS X PO12M foram: AVM 1,00+/-0,24X2,12+/-0,33 e G 11,1+/-5,0+/-2,0X5,3+/-2,6. Todos os pacientes estavam em classe funcional I/II apos um ano de seguimento. Portanto, o balao Inoue mostra bons resultados imediatos e no seguimento por um periodo de 12 meses e serve como opcao terapeutica para EM em pacientes sintomaticos selecionados
Guia prático de ecocardiografia fetal by François Éboué( Book )

1 edition published in 1988 in Portuguese and held by 1 WorldCat member library worldwide

 
moreShow More Titles
fewerShow Fewer Titles
Audience Level
0
Audience Level
1
  Kids General Special  
Audience level: 0.97 (from 0.82 for Guia prát ... to 0.99 for Agentes ul ...)

Languages